quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Questão Resolvidas - UFF - 2012 - 1° Fase

Click na imagem para visualizá-la melhor! (Questão 12)


GABARITO: B














Click na imagem para visualizá-la melhor! (Questão 13)

GABARITO C














Click na imagem para visualizá-la melhor! (Questão 14)


GABARITO D
diáspora (Dispersão de um povo, de alguns dos seus elementos, de uma comunidade.)














Click na imagem para visualizá-la melhor! (Questão 15)

GABARITO A















Click na imagem para visualizá-la melhor! (Questão 16)

GABARITO C














Click na imagem para visualizá-la melhor! (Questão 17)

GABARITO E














Click na imagem para visualizá-la melhor! (Questão 18)

GABARITO A














Click na imagem para visualizá-la melhor! (Questão 19)

GABARITO B

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Questões 2012 - Comentadas Curso Anglo - G1 (fonte)

Questão 01







Questão 02







Questão 03







Questão 04







Questão 05







Questão 06







Questão 07







Questão 08







Questão 09







Questão 10







Questão 11






Questão 12

sábado, 15 de outubro de 2011

Questões Resolvidas UERJ - 2011 - Discursiva

Fonte correção http://www.revista.vestibular.uerj.br/questao/



Click na imagem para visualizá-la melhor

Objetivo: Identificar formações vegetais impactantes sobre o fenômeno do aquecimento global e descrever esses biomas. Item do programa: Natureza, meio ambiente e representações do espaço Subitem do programa: Relação sociedade-natureza: os grandes ecossistemas mundiais e brasileiros Comentário da questão: A análise comparativa dos diâmetros dos círculos que representam a quantidade de carbono armazenado pela biomassa das florestas do mundo permite identificar a América do Sul, a Europa Oriental e a Rússia como os espaços nos quais estão localizadas as formações florestais com maior potencial para amenizar o aquecimento global. No caso da América do Sul, a única formação compatível com esse indicador é a floresta equatorial amazônica, uma floresta densa e úmida, com vários andares, sem vegetação rasteira, e que apresenta grande diversidade de espécies. Suas árvores possuem folhas perenes e latifoliadas. Na região da Europa Oriental e da Rússia, a única formação florestal suficientemente extensa e preservada para abrigar essa biomassa é a floresta boreal ou de coníferas, também chamada de taiga. Trata-se de uma floresta aberta, adaptada a longos períodos frios e secos. Suas árvores possuem folhas perenes e aciculifoliadas. Nela, há pequena diversidade de espécies e presença de vegetação rasteira entre as árvores.








Click na imagem para visualizá-la melhor!

De acordo com o texto, há um elemento do fordismo verificado no Brasil apenas recentemente. Aponte esse elemento. Nomeie ainda o atual modelo produtivo capitalista, sucessor do fordismo, e apresente duas de suas características. Objetivo: Discriminar as características de modelos produtivos do capitalismo. Item do programa: Trabalho, tecnologia e a produção social do espaço Subitem do programa: Capitalismo global, tecnologia e espaço geográfico: modelos produtivos Comentário da questão: O texto faz referência à ampliação do mercado consumidor brasileiro, ocorrida nos últimos cinco anos, por via da elevação do poder de compra dos trabalhadores do país, o que provocou a expanção de um dos segmentos que compõem a classe média nacional. Esse fato e a alusão ao fordismo permitem identificar uma característica central desse modelo produtivo, que é a formação de um mercado consumidor de massa. O atual modelo produtivo capitalista, que sucedeu o fordismo, é denominado de pós-fordismo ou toyotismo, ou ainda modelo sistêmico-flexível. Dentre suas principais características estão a presença de linha de montagem flexível, com diversificação dos produtos, a produção fragmentada globalmente, a importância crescente da tecnologia de produto e de produção, a preocupação com o meio ambiente, a maior parcela da produção feita por empresas terceirizadas, o enfraquecimento dos sindicatos, a rapidez acentuada no ciclo de renovação do produto e a necessidade de mão de obra com maior nível de qualificação.








Click na imagem para visualizá-la melhor!

Objetivo: Reconhecer e explicar a contradição entre a numerosa população ocupada na agricultura e índices elevados de subnutrição na África. Item do programa: Trabalho, tecnologia e a produção social do espaço Subitem do programa: Espaço rural: diferentes formas de organização da produção agrária no mundo Comentário da questão: A partir da análise do mapa, é possível identificar a contradição existente em muitos países africanos, nos quais se observam, simultaneamente, um elevado percentual da População Economicamente Ativa - PEA ocupada na agricultura e altos índices de subnutridos entre os habitantes do continente. Esse fato vincula-se ao processo histórico de colonização e de organização do espaço africano, com destaque para o sistema agrícola de plantation, introduzido pelas metrópoles europeias, que desarticulou os sistemas produtivos originais de subsistência. Dentre os principais legados desse processo, que ajudam a explicar a contradição verificada a partir do mapa estão a concentração fundiária, a produção agrícola prioritariamente voltada para a exportação e de caráter não alimentar - incluindo os chamados "produtos de sobremesa", como o café e a cana-de-açúcar -, a agricultura tecnologicamente atrasada e com baixa produtividade, além dos baixos salários, que inviabilizam a reprodução da força de trabalho no campo, ou seja, sua subsistência.









Click na imagem para visualizá-la melhor!

Objetivo: Explicar as diferentes lógicas territoriais de cálculo da representação parlamentar na federação brasileira. Item do programa: Política, estado e gestão do território Subitem do programa: Ação do Estado: Estado moderno territorial; dimensão espacial da organização político-administrativa Comentário da questão: As regras constitucionais da representação parlamentar nas duas casas legislativas que compõem o Congresso Brasileiro obedecem a duas lógicas distintas, mas relacionadas ao regime federativo brasileiro. No caso da Câmara dos Deputados Federais, a Constituição Federal fixa em 513 o total nacional de parlamentares. No caso de criação de novos estados, em princípio, esse número não seria alterado, havendo uma redistribuição do número de deputados federais em cada unidade federativa que sofreu desmembramento territorial, em proporção ao seu total populacional. Por outro lado, a Constituição Federal também estabelece o mínimo de oito deputados federais por unidade federativa, independentemente do seu número de habitantes. Dessa forma, caso um ou mais dos novos estados viesse a ter um total populacional cuja cota de parlamentares fosse inferior a oito, o imperativo constitucional de garantir esse mínimo exigiria o aumento do quantitativo nacional fixado na Constituição. No caso do Senado, a criação de novos estados resultaria obrigatoriamente no aumento do número de senadores, uma vez que cada unidade federativa tem direito a três desses representantes.








Click na imagem para visualizá-la melhor!

Objetivo: Descrever características da topografia com base na interpretação de mapeamentos por curva de nível. Item do programa: Natureza, meio ambiente e representações do espaço Subitem do programa: Representações do espaço: a linguagem cartográfica Comentário da questão: O mapeamento com curvas de nível é uma forma de representação do relevo através de linhas que unem pontos de mesma altitude. A análise das cotas de altitude, expressas em algumas linhas de referência, e da proximidade entre essas mesmas linhas permite identificar as características gerais da topografia de uma determinada área. Na imagem, a altitude diminui da porção leste, onde está a cota de 5.000 m, para a porção oeste, com altitudes próximas a 2.500 m. Portanto, o rio principal, representado na cor azul, está necessariamente correndo no sentido leste-oeste, seguindo a declividade geral do relevo. Quanto às rotas assinaladas, a de menor declividade é a C-D, tendo em vista o maior espaçamento apresentado entre as curvas de nível.








Click na imagem para visualizá-la melhor!

Objetivo: Item do programa: Natureza, meio ambiente e representações do espaço Subitem do programa: Dinâmicas da natureza: clima Comentário da questão: As chuvas de monções constituem um fenômeno típico do continente asiático. Elas afetam diretamente a atividade agrícola da região do sul e sudeste desse continente, particularmente a rizicultura, pois a elevada pluviosidade favorece o cultivo do arroz inundado. A formação desse fenômeno está relacionada ao mecanismo climático que ocorre na estação do verão. Como o continente absorve mais calor que o oceano, as massas de ar continentais aquecem e sobem rapidamente, o que provoca uma rajada de ventos úmidos vindos do oceano, gerando chuvas intensas e duradouras.








Click na imagem para visualizá-la melhor!

Objetivo: Justificar as variações dos gastos militares dos EUA com base nos contextos históricos e geopolíticos correspondentes. Item do programa: Política, estado e gestão do território Subitem do programa: Geografia política e a geopolítica do mundo contemporâneo: os principais conflitos geopolíticos e suas inter-relações Comentário da questão: De acordo com o gráfico, houve redução dos gastos militares norte-americanos na primeira metade da década de 1990, fato que resulta diretamente do colapso da União Soviética e do consequente fim da Guerra Fria. A partir de 2001, a significativa elevação desses gastos se explica sobretudo pela política externa estadunidense de guerra ao terror, também denominada como "Doutrina Bush", que incluiu as intervenções militares no Afeganistão e no Iraque.








Click na imagem para visualizá-la melhor!

Objetivo: Explicar a ocorrência da ilha de calor e exemplificar ações do poder público para a atenuação desse fenômeno. Item do programa: Natureza, meio ambiente e representações do espaço Subitem do programa: Relação sociedade-natureza: as grandes temáticas ambientais atuais Comentário da questão: O fenômeno de ilha de calor, representado na figura, resulta da elevação das temperaturas médias nas áreas urbanizadas das grandes cidades, em comparação com as áreas suburbanas e as zonas rurais periféricas, em função das diferenças de irradiação de calor dessas superfícies. Algumas ações que o poder público pode promover a fim de amenizar esses contrastes térmicos são: aumentar a área dedicada a parques, praças e jardins públicos; criar unidades de conservação para preservação de áreas de vegetação nativa ainda existentes; redefinir a legislação referente ao zoneamento urbano para redução da densidade das construções; definir normas para as construções em área urbana, com a adoção, por exemplo, de materiais e técnicas de redução da irradiação de calor.








Click na imagem para visualizá-la melhor!

Objetivo: Identificar os componentes do IDH e justificar a sua variação nas últimas décadas no Brasil. Item do programa: Sociedade, espaço e cultura Subitem do programa: Dimensão demográfica da produção do espaço: desigualdades sociais e espaciais Comentário da questão: O Índice de Desenvolvimento Humano - IDH da ONU foi criado para sintetizar indicadores sociais e econômicos que podem servir como referenciais de avaliação da qualidade de vida dos países do mundo. Até 2009, a ONU utilizou uma metodologia que incluía os seguintes indicadores: PIB per capita, índice de analfabetismo, expectativa de vida ao nascer e taxa de matrícula em todos os níveis de ensino. No Brasil, nas duas últimas décadas, a elevação do IDH foi determinada principalmente pelo aumento do grau de instrução e pela elevação da expectativa de vida da população.








Click na imagem para visualizá-la melhor!

Objetivo: Descrever causas e consequencias do desempenho econômico dos BRIC no cenário geopolítico internacional. Item do programa: Política, estado e gestão do território Subitem do programa: Geografia política e a geopolítica do mundo contemporâneo: geografia do poder global e seus principais atores Comentário da questão: Brasil, Rússia, Índia e China países constituintes do grupo dos BRIC diferenciam-se dos demais países emergentes por apresentarem determinadas características em comum, tais como grande impulso de industrialização, mercado consumidor muito expressivo e com grande potencial de crescimento, baixo custo de produção de mercadorias e capacidade de atração de grandes volumes de investimentos internacionais. O acelerado crescimento econômico dessas nações resulta em diversas consequencias em, pelo menos, dois campos importantes: a geopolítica e o meio ambiente. Em termos de geopolítica, estão previstos o fortalecimento das relações Sul-Sul, a consolidação de uma ordem mundial multipolar e a formação de novas alianças geopolíticas com as potências emergentes; já no aspecto ambiental, é possível antever o agravamento da poluição e o aumento da emissão de gases de efeito estufa.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Questões Resolvidas - UNICAMP - Vestibular 2011

Prova Humanas - Comentada



Click na imagem para visualizá-la melhor!


PERGUNTA

Questão 1
É interessante notar que o Brasil “padece” de quase todas as “patologias” institucionais identificadas como fatores responsáveis pela elevação do custo de governar: tem um sistema presidencialista; é uma federação; possui regras eleitorais que combinam um sistema de lista aberta com representação proporcional; tem um
sistema multipartidário com partidos políticos considerados débeis na arena eleitoral; e tem sido governado por uma ampla coalizão no Congresso. (Adaptado de Carlos Pereira e Bernardo Mueller, “Comportamento estratégico em presidencialismo de coalizão: as relações entre o Executivo e Legislativo na elaboração do orçamento brasileiro”. Dados – Revista de Ciências
Sociais. Rio de Janeiro, 2002, v. 45, n. 2, p. 2.)



a) O Congresso Nacional no Brasil é formado pelo Senado Federal e pela Câmara dos Deputados, exercendo as funções de legislar e fiscalizar. Qual a diferença básica, no sistema bicameral, entre o Senado Federal e a Câmara de Deputados?

b) Qual a diferença entre Estado e governo?



GABARITO OFICIAL

Resposta Esperada
a) (2 pontos)
O sistema bicameral adotado pelo Brasil prevê a manifestação das duas Casas na elaboração das normas jurídicas. As duas podem elaborar leis, com preponderância da casa iniciadora: se uma matéria tem início na Câmara dos Deputados, o Senado fará a sua revisão, e vice-versa, à exceção de matérias privativas de cada órgão. Cabe às duas Casas fiscalizar o poder Executivo. A Câmara dos Deputados é representante do povo brasileiro, sendo que a representação é feita por proporção da população (os Estados menos populosos têm no mínimo oito deputados e os Estados mais populosos têm no máximo 70 deputados). A Câmara dos Deputados é a Casa em que tem início o trâmite da maioria das proposições legislativas (projetos de leis) e é ela que fiscaliza o
emprego dos recursos arrecadados pelos Poderes da União. O Senado representa os Estados (UFs) brasileiros, sendo que cada unidade da federação elege três senadores, em um total de 81 senadores no país. O Senado Federal tem algumas atribuições específicas, em especial na área de controle e do endividamento dos entes
federados e de concessão de créditos da União. Tem também a prerrogativa de julgar altas autoridades da República (presidente, magistrados, etc.). Na prática, tem uma função revisora, com poder de veto das matérias apreciadas pela Câmara, efetivando o aprimoramento das leis. Além disso, controla o poder Executivo, tendo iniciativa de lei em matéria financeira, com predomínio de deliberações de interesse nacional ao invés de regional ou estadual.


b) (2 pontos)
O Estado é uma estrutura político-organizacional formada por um poder político soberano, um povo, um território e um governo. O governo é o núcleo decisório do Estado, encarregado da gestão pública. Enquanto o Estado é permanente, o governo é transitório nas democracias


Click na imagem para visualizá-la melhor!



COMENTÁRIOS
A questão abordou a estrutura de representação da população e dos Estados em uma república federativa. Os candidatos foram relativamente bem nesta questão: quase a metade dos candidatos obteve notas 3 e 4. Uma parte significativa dos candidatos abordou a diferença entre Senado e Câmara no que se refere à elaboração das leis e sua tramitação, e mais raramente a questão dos deputados representarem a população e os senadores os diferentes Estados da União. O item b também não representou grandes dificuldades para os candidatos.






















Click na imagem para visualizá-la melhor!



Resposta Esperada
a) (2 pontos)
A água pode chegar ao rio pelo escoamento superficial (enxurrada) ou pode se infiltrar no solo e chegar ao lençol freático.

b) (2 pontos)
A água se movimentará de forma mais acelerada pela superfície, reduzindo a infiltração e aumentando a velocidade e quantidade de água que chega ao canal. Haverá redução na quantidade de água disponível no lençol freático, aumento do volume de água no canal durante as chuvas e redução significativa no período de seca.

ANALISE DE QUESTÕES FEITAS

Click na imagem para visualizá-la melhor!



COMENTÁRIO

Comentários
Essa questão procurava verificar o conhecimento do candidato sobre a dinâmica da água na superfície da Terra e seu comportamento em subsuperfície, utilizando-se de dois perfis em que o aluno poderia retirar informações para elaborar sua resposta. Pelas respostas dos candidatos percebe-se certo desconhecimento sobre a dinâmica da água em subsuperfície, nem sempre sendo eles capazes de associar o lençol freático com a infiltração de água e muitos não sendo capazes de indicar as alterações na dinâmica do rio, quando as vertentes são diferentemente ocupadas, sendo comum o destaque para a poluição dos rios e não para as enchentes e vazantes acentuadas pela impermeabilização. As notas predominantes foram 2 e 3.



















Click na imagem para visualizá-la melhor!


PERGUNTA
a) Relacione as áreas de pecuária, no final do século XVIII, aos biomas existentes no Brasil.

GABARITO OFICIAL
a) (2 pontos)
Considerando, na figura, as manchas de pecuária mais significativas, observa-se que esta atividade expandiu-se no território pelo sul e noroeste da calha do rio São Francisco; para o norte do território, a partir do pampa gaúcho, através da calha da depressão periférica, encontrando-se duas frentes na região central do país. Desta
forma, a pecuária ocupou os biomas da caatinga (sertão nordestino), o cerrado e o pantanal (região central) e os campos sulinos (pampa gaúcho), além de outras manchas menos significativas. A presença da pecuária na caatinga foi um desdobramento de sua introdução nas proximidades do engenho açucareiro, mais ao litoral, cuja produção empurrou o gado para o sertão, área mais seca, com solos pedregosos, ruins para a agricultura, desenvolvida nos vales mais úmidos. Nos campos do sul (pampas), com terras abundantes, boas pastagens com vegetação de gramíneas, a atividade foi estimulada pelos jesuítas espanhóis e depois dinamizada pelos criadores
luso-brasileiros para abastecer as áreas de mineração. Na região central do Brasil, os biomas do pantanal e do cerrado foram ocupados pela pecuária, principalmente com a crise da mineração: o solo inadequado para a agricultura no cerrado e as boas pastagens no pantanal, com campos abertos, fizeram da pecuária uma atividade alternativa.


PERGUNTA

b) A expansão da atividade pecuária pelo território esteve vinculada também ao tropeirismo. Descreva o papel da atividade pecuária e do tropeirismo na constituição do território brasileiro.


GABARITO OFICIAL

b) (2 pontos)
Os tropeiros foram traçando grandes rotas pelo território, rompendo os limites territoriais preliminarmente impostos pelo Tratado de Tordesilhas na divisão de terras entre Portugal e Espanha na América do Sul. Constituise, assim, uma rede de caminhos por meio das rotas de gado, que unificou as manchas econômicodemográficas. De vários pontos, em especial do sul do país e do sertão nordestino, partiam rotas rumo aos centros urbanos litorâneos e às regiões das minas, no Planalto Central Mineiro, tecendo conexões. Ao longo das rotas surgiram alguns povoados, vilas e cidades, fixando a população.

Click na imagem para visualizá-la melhor - Análise Média !



COMENTÁRIOS

A questão objetivou avaliar a capacidade do candidato em identificar a dinâmica histórica de ocupação do território brasileiro através da criação de gado e do tropeirismo, e suas relações com o espaço físico do território brasileiro. O candidato deveria ser capaz de identificar esta dinâmica e suas consequências no território brasileiro. Os candidatos encontraram certa dificuldade na resolução dessa questão, apresentou mais de 10% de notas zero e menos de 5% de notas quatro.
















Click na imagem para visualizá-la melhor!



PERGUNTAS

a) Quais são os processos de formação das rochas metamórficas?

b) A Região Sul do Brasil destaca-se na produção de carvão mineral, que é extraído de rochas sedimentares do período Carbonífero. Que condições ambientais permitiram a acumulação desse material orgânico e que processos levaram à posterior formação do carvão mineral?


GABARITO OFICIAL

a) (2 pontos)
As rochas metamórficas podem ser formadas a partir de qualquer tipo de rocha, e resultam da ação dos denominados processos diagenéticos, fundamentalmente, elevadas pressões e temperaturas que ocorrem em grandes profundidades na crosta terrestre

b) (2 pontos)
É necessária a acumulação dos restos orgânicos (florestas) em áreas rebaixadas, que permitem a lenta acumulação dos sedimentos, e presença de água, que retarda a decomposição da matéria orgânica. Os pântanos são os locais típicos de formação do carvão. Após a acumulação, o material orgânico precisa ser soterrado por sedimentos e passar por processos diagenéticos (temperatura e pressão).


Click na imagem para visualizá-la melhor!



COMENTÁRIOS
Foi a questão em que os candidatos encontraram maior dificuldade no que se refere às temáticas associadas à Geografia, constatando-se cerca de 40% de notas zero. Percebe-se que esse tema não está sendo trabalhado de forma adequada no ensino médio. As dificuldades se referem tanto aos processos básicos de formação de
rochas em profundidade na crosta quanto aos ambientes de formação superficiais vinculados à formação de carvão.

















Click na imagem para visualizá-la melhor!



PERGUNTAS

a) Constata-se que há vários anos a economia norte-americana vem perdendo dinamismo. Quais os principais fatores dessa perda de dinamismo?

b) Qual o principal fator desencadeante da atual crise sistêmica que se aprofundou em 2008? Qual foi o efeito imediato da crise, no aspecto financeiro?



GABARITO OFICIAL

a) (2 pontos)
Os EUA vêm apresentando certa perda de competitividade frente a outros centros econômicos (União Europeia e China, por exemplo): seu sistema educacional vivencia uma crise, que afeta a formação de recursos humanos; algumas infraestruturas produtivas estão deterioradas; sua economia apresenta dependência energética (o que
provoca aumento de custos produtivos) e tem havido crescente endividamento da população e do governo (o que resulta em baixa poupança para investimentos); seus gastos militares são recorrentemente preponderantes em relação a tecnologias de uso comercial e a gastos sociais; e sua mão de obra é cara e relativamente menos
competitiva.

b) (2 pontos)
O chamado estouro da bolha imobiliária (forte processo especulativo ou crise imobiliária) ocorrido no mercado norte-americano contagiou toda a economia mundial. Com a constatação de que as dívidas imobiliárias e demais eram impagáveis, houve uma repercussão econômica mundial, com a desvalorização de todos os ativos
em dólares (as divisas, como títulos do tesouro, ações de empresas, patrimônios imobiliários, etc.), bem como a falência de empresas e bancos, gerando aumento de desemprego. Em muitos países houve a tentativa de contenção da crise por meio de aumento de gastos públicos para intensificar investimentos e demanda.

Click na imagem para visualizá-la melhor! Analise Média !


COMENTÁRIOS
Essa questão abordou a dinâmica da economia recente nos Estados Unidos e sua relação com a economia global. Os candidatos não encontraram grande dificuldade na questão, revelando bom domínio desse conteúdo - houve poucas notas zero ou um (cerca de 10%) e concentração de notas dois e três. Os candidatos encontraram maior dificuldade no item b, mas no geral percebe-se que o tema está sendo bem trabalhado no ensino médio.



















Click na imagem para visualizá-la melhor!


GABARITO OFICIAL

a) (2 pontos)
O climograma 1 refere-se ao clima subtropical e o 2, ao clima semiárido.

b) (2 pontos)
No clima subtropical (climograma 1), a vegetação característica é a mata de araucária e os campos; no semiárido(climograma 2), a caatinga.


Click na imagem para visualizá-la melhor!



COMENTÁRIOS
Questão simples, em cuja resolução o candidato não despendeu muito tempo. Não foi a questão mais difícil,
mas cerca de 20% dos candidatos tiraram nota zero. Os candidatos obtiveram melhor desempenho na
abordagem da interpretação do climograma que indica um clima semiárido, e na identificação de sua vegetação
típica. Houve maior dificuldade na identificação do climograma que corresponde ao clima subtropical. Muitos
candidatos o associaram ao clima tropical, apesar de a temperatura média do mês mais frio estar próxima dos
5ºC.



















Click na imagem para visualizá-la melhor!



GABARITO OFICIAL

a) (2 pontos)
As principais preocupações de segurança e defesa são aquelas relativas às ameaças à ordem estabelecida, que causam insegurança e aos medos que afetam a estabilidade e a integridade dos indivíduos e dos países (Estados). Alguns assuntos da agenda: narcotráfico, terrorismo e insurgências, migrações descontroladas, crime
organizado, marginalidade social (violência), degradação ambiental e proteção de recursos naturais, conflitos regionais, disputas fronteiriças, perda de território, modernização e treinamento das tropas.

b) (2 pontos)
Corrigir a obsolescência do parque militar após anos de falta de investimentos; instrumentalizar-se para participar de missões de paz em outros países; preparar-se para responder a ameaças diversas (narcotráfico, guerrilhas, invasão militar, etc.); instrumentalizar-se frente a um possível conflito internacional; aumentar a
influência do país em organismos internacionais e reivindicar assento no Conselho de Segurança da ONU.


Click na imagem para visualizá-la melhor!



COMENTÁRIOS
A questão abordou a emergência recente do tema de defesa na América Latina. Esta foi outra questão em que os candidatos apresentaram relativo domínio, constatando-se uma nota média elevada, apesar de notas quatro terem sido muito poucas. Predominou a nota dois. No item a, foram aceitas tanto as respostas que discutiram o tema de forma mais geral quanto aquelas que abordaram particularmente a questão da América Latina, mesmo
sem especificar uma região.

















Click na imagem para visualizá-la melhor!



GABARITO OFICIAL
a) (2 pontos)
A usina será construída na bacia hidrográfica do rio Xingu (Amazônica), no Estado do Pará.

b) (2 pontos)
Impactos ambientais:
* Alteração da dinâmica fluvial;
* Inundação de grandes áreas;
* Extinção de espécies da fauna e da flora;
* Desaparecimento de áreas cultiváveis.

Impactos sócio-econômicos:
* Desapropriação e deslocamento de pessoas para outras áreas;
* Mudança na organização espacial;
* Deslocamento da população indígena.


Click na imagem para visualizá-la melhor!



COMENTÁRIOS
Os candidatos não encontraram maiores dificuldades para responder à questão, que apresentou notas bastante elevadas. As maiores dificuldades foram relativas à localização desta usina, tendo sido aceita como resposta correta a indicação tanto da bacia do Xingu quanto da bacia do Amazonas. Como respostas foram apontadas as
mais diferentes bacias e Estados. Desta forma, o item a foi o responsável pela grande quantidade de notas dois e três (quase 50%) atestadas, indicando um problema recorrente nos vestibulares a localização de fatos geográficos. No item b não foram percebidas grandes dificuldades por parte dos candidatos.




















Click na imagem para visualizá-la melhor!



Seguidores